domingo, 12 de outubro de 2008

Entrevista com Francisco Brêtas (dublador do Hyoga)

Entrevista com Francisco Brêtas (dublador do Hyoga de Cisne)

No inicio de 2007 o dublador Francisco Brêtas nos cedeu um pouco do seu tempo para responder algumas perguntas do povo da comunidade Cavaleiros do Zodíaco
Do seu jeito ele organizou as perguntas e nos respondeu
confiram abaixo.

Fãs que assumem a personalidade do Hyoga
Eu acho interessante. Acho que a admiração pelo personagem é tão grande que, por algum momento, o fã quer ser o próprio personagem. Eu também já fui tantos heróis meus. Só não se esqueça que por trás do Hyoga personagem, existe um cara que pode ser até mais interessante que o próprio herói, ou seja: você mesmo.. Seja herói da sua própria vida e deixe também que as pessoas te amem pelo o que vc é, e não pelo que gostaria de ser. Penso que o próprio Hyoga iria achar essa atitude mais interessante. "Descubra a delícia de ser o que é",como diria Mestre Caetano.

Como foi dublar Priscilla, A Rainha do Deserto.
Para mim, foi muito tocante. Não sei se vcs sabem, mas descobrimos o que vamos dublar, na hora em que entramos no estúdio. Tanto pode ser um drama, uma comédia, um filme de ação. Um filme erótico.. qualquer coisa. E vc tem que se preparar e entender o personagem em alguns minutos. Geralmente o diretor, que já assistiu ao filme, nos informa das linhas gerais do personagem. E dublar Priscilla, foi interessante, primeiro porque não sabia que seria este filme ( que já havia sido dublado pra televisão),segundo que encontrei vários pontos em comum entre mim e o personagem. O reencontro com o filho, o medo de não ser aceito pelo que se conseguiu ser, a surpresa,a amizade, o companheirismo em situações adversas. Fiquei muito emocionado. Principalmente na cena em que ele e o filho ficam sozinhos, no deserto. Assistam e percebam: havia uma lágrima a mais ali: a minha.

A peça que estou encenando

A peça se chama "O Retrato de Dorian Gray" de Oscar Wilde. Um clássico da literatura mundial. Quem ainda não leu, leia. Tem tudo a ver com os dias atuais (o mundo das aparências, do culto ao corpo, da arte em si, etc.) Estamos viajando pelo interior de São Paulo pelo SESI. Ficamos em cartaz em São Paulo de Maio à novembro de 2006 com enorme sucesso. O roteiro com as cidades por onde passaremos até o fim de maio, está na comunidade da peça, veja se passaremos perto de sua cidade e vá assistir. vcs irão gostar muito. Espero vc lá.

Filosofia e homofobia
Acho que a principal filosofia contida nos Cavaleiros do Zodíaco é a fidelidade aos seus ideais. A amizade entre eles está acima de tudo. Eles se amam e se respeitam. Q
Quanto a famosa cena em que Shun doa seu cosmo para restaurar a vida do irmão Hyoga, é uma das cenas mais comentadas e bonitas da série. Existem três tipos de amor, segundo os filósofos gregos: amor de amigo (Philos), amor erótico (Eros), e Amor sublimado ( também chamado de Ágape). Este último é o amor que não espera nada em troca, é o amor que só existe porque seu objeto amado existe, ele é fonte inesgotável de toda beleza, compaixão e silencio. Ele É, e isso basta. Qual será o amor que Shun sente por Hyoga? Philos, Eros ou ágape? Para que classificarmos o amor? Ele não se classifica não. Alguns meninos ficam injuriados com a cena, porque enxergam algum tipo de erotismo. Porque será que isso os incomoda tanto? Será que os Cavaleiros não ensinam também, tolerância e respeito aos sentimentos dos outros? Será que aceitar o outro pelo o que ele é, não é um bom começo de convivência entre nós humanos?

Relação entre os dubladores de CDZ

Infelizmente não nos encontramos com a freqüência que muitos de nós gostaríamos. Mas nos respeitamos e nos admiramos naturalmente. Temos mais afinidades com uns do que com outros, mas no geral, torcemos muito uns pelos outros.

Em quem dar um pó de diamante!!

Na miséria, na ignorância, na pseudo intelectualidade, em alguns políticos profissionais, na injustiça, no descaso, na violência, na banalização da arte, na fogueira das vaidades, em alguns idiotas que se fazem de intelectuais e em alguns intelectuais que se fazem de idiotas; em formadores de opinião sobre si mesmos, e na nudez vergonhosa dos "Reis".

O que achei do Prólogo do Céu!

Não achei nada... entrei pouquíssimo e não pude assistir quando passou no cinema, por motivos profissionais. A Saga que mais gostei, foi a do Santuário. Havia momentos muito emocionantes. e adorei dublar Cisne Negro. Adoro fazer vilões: Iago, Robbie Rotten, etc... Certamente outros filmes virão por aí...

O que tenho em comum com Hyoga?

Acho que a paciência, a ligação forte com a família, a preocupação com os outros, o respeito com meus amigos. Outros trabalhos pra crianças? Fiz Skipper ( desenho sobre um cachorrinho que passou na HBO.) Caiou (è assim que se escreve?), onde faço um ursinho muito fofinho. "Todos os cães merecem o céu 1 e 2", onde faço Sarnento em um e Charlie em outro. "Pompadour" em Babar. Um inventor em "Eureka", uma série sobre uma bruxinha que passou na Tv Cultura. Alguns episódios de Zé Colméia. E fora isso já trabalhei em teatro para crianças, durante 14 anos. Em teatro infantil já fui de burro à príncipe, passando por legumes, piratas, lobos, italianas, etc. Aprendi e aprendo muito com as crianças.

Episodio G

Não tive a oportunidade de ler, não.

Autógrafo na rua

Isso já aconteceu algumas vezes. O mais engraçado foi numa loja onde vendia episodios soltos de CDZ, e tinha um garoto comprando todos que achava, aí resolvi contar pra ele que eu dublo o Hyoga. A princípio, ele me olhou meio cético, depois foi ficando emocionado, emocionado, até ser retirado aos empurrões, pelo namorado ciumento, que achava que eu estava dando em cima do rapaz... acontece de tudo.
Mas sempre em minhas apresentações no teatro, ficam alguns fãs no final pra falar comigo. Adoro!!! Esse contato é o que há de melhor na profissão.

Em quem daria um pó de diamante

Em todos aqueles que desrespeitam a natureza e seus seres (nós incluídos).

Phiton
Sim trabalhei sim... é um filme meio "B", né não? Já fiz tanta coisa que olha...

Personagem com o qual mais me identifiquei...

Pergunta difícil... Já fiz muitos loucos, heróis, terroristas, personagens infantis, históricos...
Talvez, Máximo Troisi em "O Carteiro e o Poeta". Eu tenho um pouco aquele idealismo ingênuo de achar que a poesia, resgata o Homem para si e para o mundo!

Sobre a responsabilidade de se dublar CDZ

Qualquer trabalho que vc faça com amor, exige uma boa dose de responsabilidade e vice-versa. Estamos aqui (todos) para embelezar o mundo, do jeito que pudermos, mas é de nossa responsabilidade as sementes todas que plantamos com os nossos talentos, sejam eles quais forem.

Dublador amigo

Sou muito próximo de Suzi Pereira, Marli Bortoleto, Elcio Sodré e privei da amizade, durante muitos anos, do grande Nelson Machado. Hoje em dia estamos meio afastados por conta de nossos compromissos profissionais. Mas somos irmãos de primeira hora.

A todos os fãs!!

Obrigado pelo carinho, pelas perguntas e por esse interesse naquilo que eu faço. Saibam que todas as vezes que estou no palco, na TV, num set de filmagem ou num estúdio de dublagem. Estou todo coração inteiro. E meu pensamento se foca em uma única coisa: que aquela mensagem possa chegar até às pessoas, e as faça refletir sobre a vida, a arte, o caminho, a amizade e todos estes valores que fazem da gente seres mais humanos e divinos. Um grande beijo para quem gosta de beijo, um grande abraço para quem gosta de abraço. E pra quem não gosta nem de uma coisa, nem de outra: um sorriso e um aceno.
Obrigado mais uma vez!


Comunidades em homenagem ao Francisco Brêtas:

http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=692869

http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=4095272

http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=2045597

http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=1985828

http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=22906311

http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=17061828


Da esquerda para a direita:
Hermes Baroli (Seiya) de preto FBI
Leonardo Camilo (Ikki) de polo vermelha
Francisco Bretãs (Hyoga) de preto Brasil
Ulysses Bezerra (Shun) de azul
Elcio Sodré (Shiryu) de vermelho

2 comentários:

mazaru disse...

EU ADOREI DIZEM QUE ELE EH MUITO SIMPATICO ME ESCLARECEU MUITAS DUVIDAS

FORA QUE ACHO A VOZ DELE LINDA
VALEUUUUUU!!!!!

Renata disse...

Eu adoro o Brêtas, nunca tive a oportunidade de conhecê-lo, mas eu o acho um puta profissional, dono de uma voz lindíssima e de bela interpretação...


E cá pra nós, ele é um charme ou não é? rsrs


Parabéns pela entrevista e todo sucesso pra ele.